bootstrap table

Qualidade e Tradição desde 1977

Nossa História

iniciou-se em 1977

Antonio Demarchi nasceu em São Bernardo do Campo em 01/06/1936, filho de Nicola Demarchi (falecido) e Catarina Molon Demarchi (falecida). Neto de imigrantes, seus pais eram de classe média e moravam em um sítio muito bonito na região onde se localiza hoje o bairro Terra Nova II. Sendo o quarto filho, e com mais 11 irmãos, Antonio começou a trabalhar ainda criança, ajudando o pai como carvoeiro e a mãe à cuidar dos irmãos. Por essa razão, teve que deixar os estudos muito cedo, mas sendo muito inteligente, isso não comprometeu sua vida futura.

Quando jovem, trabalhou como oleiro em uma fábrica de tijolos de propriedade de Angelo Demarchi e filhos, tendo em 02/01/1956 seu primeiro registro em carteira profissional.

Em 22/04/1958 foi trabalhar como lixador de automóveis da Volkswagem do Brasil, tornando-se com o passar do tempo, inspetor de tintas. Muito comprometido e disciplinado com seu trabalho, Antonio nunca teve faltas ou atrasos em seu serviço; apenas por duas vezes, solicitou licença à fábrica. Uma delas para participar da celebração de Bodas de Ouro de seu antigo patrão Angelo Demarchi, e outra por ocasião do falecimento de Angelo.

Além do trabalho na indústria em dois turnos quinzenais (dia e noite), Antonio trabalhava também aos sábados e domingos no restaurante São Judas Tadeu, de propriedade de Albino Demarchi onde tornou-se muito amigo da família. Albino e sua esposa D. Santa e seus filhos muito o admiravam e sempre que havia oportunidade, o convidavam para passar alguns dias juntos na casa de praia da família em Santos. Nessa época, Antonio e sua família moravam em casa própria na Av. Maria Servidei Demarchi, nº 1.710.

Com o falecimento do seu pai, Antonio passou a ajudar sua mãe a sustentar a casa. Filho exemplar, dava todo o seu ordenado para a mãe, utilizando para seus próprios gastos apenas o dinheiro resultante das gorjetas que recebia no restaurante, e das horas extras que fazia na indústria.

Em 08/06/1963 deixou a indústria e foi trabalhar como garçom do restaurante Florestal de propriedade de Sabino Demarchi e irmãos. Ali, mais um vez fez muitas e grandes amizades, devido ao seu caráter integro e muita bondade. Sabino Demarchi e sua esposa D. Lourdes, tinham por Antonio muita consideração. Incentivaram seu namoro com Perina Demarchi e nos finais de semana, após o expediente do restaurante, sempre saiam juntos. Essa amizade fortaleceu-se tanto, que Antonio e Perina foram padrinhos dos filhos do casal.

Em 12/06/1966 alugou um prédio de propriedade do Sr. Erio Fenochi, e abriu seu próprio negocio, o restaurante São Nicolau. No ano seguinte, em sociedade com seus irmãos, o restaurante passou a funcionar em prédio próprio onde trabalhou até 1976, quando venderam a propriedade para uma família gaúcha, os Dalignas. Antonio voltou então, a trabalhar novamente no restaurante Florestal como cozinheiro.

Em 01/07/1967, casou-se com Perina Demarchi com quem teve dois filhos: Ricardo Demarchi e Reinaldo Vitório Demarchi.

Alguns anos após o falecimento do seu sogro Vitorio Demarchi, herdou algumas terras e começou a construir um pequeno restaurante de nome Mini Restaurante do Gaia. Aliás, Gaia foi o apelido que recebeu na infância, reconhecido por todos que assim o chamavam durante toda a sua vida.

O seu restaurante começou a funcionar em 29/08/1977, e logo ficou conhecido na cidade por oferecer refeições tipo “caseira” fartas e de muita boa qualidade - traço esse presente até os dias atuais.

Com esforço, talento e dedicação, Antonio trabalhou muito durante os 18 anos que se seguiram. Contou com a ajuda da esposa, filhos e de seu irmão Otávio Demarchi, seu braço direito. Além do trabalho, sua vida foi marcada por alguns momentos de tristeza com a perda de um irmão, da sogra e com problemas de saúde em seus familiares.

Também teve muitas alegrias; de ter conseguido através do trabalho formar seus filhos educando-os com seu exemplo de honestidade e integridade, oferecendo à eles condições para que pudessem conquistar seus próprios bens.

Antonio foi muito honrado e respeitado por seus familiares e amigos. Tinha uma personalidade introvertida, homem humilde e de poucas palavras, mas de muita bondade. Sempre ajudou a todos que o procuravam em situações difíceis. Sua bondade e sensibilidade podiam ser notadas também com os animais. Todo bichinho que se aproximasse faminto, abandonado ou machucado, sempre era acolhido por ele.

compartilhe a nossa página

Endereço

Rua Matheo Demarchi, 145
Demarchi • SBCampo • SP

Contato

11 4396-5606
contato@gaiarestaurante.com.br